O movimento SomosCoop foi apresentado a lideranças empresariais brasileiras e de fora do país como exemplo de como é possível gerar emprego, trabalho e resultado financeiro de forma ética e responsável, valorizando o que as pessoas têm de melhor e cuidado dos recursos naturais.

 

Durante sua participação no evento da HSM, Renato Nobile falou sobre os grandes marcos históricos que mudaram, em escala global, o jeito de pensar, planejar, produzir e consumir. Segundo ele, somos convidados, todos os dias, a inovar.

 

“Desde a revolução industrial, passando pelo surgimento do cooperativismo há cerca de 200 anos, até o período atual, quando se vive a era da robótica, da automação e da inteligência artificial a palavra que move a humanidade é, sem dúvida, inovação. Não podemos mais continuar fazendo as mesmas coisas do mesmo jeito. O consumidor quer ter a certeza de levar para casa opções que impactam positivamente tanto a sociedade quanto o meio ambiente. Eles não querem mais um produto ou serviço, simplesmente. Querem fazer parte de um ciclo de consumo responsável e ético, especialmente onde todo mundo ganha. E isso é o que o cooperativismo faz.”

 

De acordo com o superintendente, o movimento SomosCoop surgiu com dois objetivos muito bem definidos: promover o orgulho de ser cooperativista naqueles que já vivenciam a cooperação todos os dias e mostrar para a sociedade que o cooperativismo é um movimento capaz de transformar realidades, por meio da geração de trabalho, emprego e renda.

 

“Um ano depois de apresentamos o movimento SomosCoop às nossas quase 7 mil cooperativas e de promovermos ações que se vinculam ao primeiro objetivo, lançamos, há poucos dias, o carimbo do movimento. A intenção é tornar mais fácil a identificação dos produtos e serviços com DNA cooperativista para que, assim, a sociedade possa reconhecer o valor de escolher o que vai consumir, de forma consciente e sabendo que, por traz de um rótulo, há os rostos de famílias que trabalham todos os dias em prol do desenvolvimento do Brasil”, conclui Nobile.