Quando carros viram bolsas

Cooperativa mineira reaproveita lixo da indústria automotiva para criar uma moda sustentável e chancelada pela ONU

Farol Conteúdo
24/06/2020

Cintos de segurança, pneus usados e acessórios de carro salvaram as vidas de pelo menos 10 mulheres mineiras. Todas elas conseguiram emprego e renda pelo talento que têm para transformar esses utensílios em bolsas finas, mochilas descoladas e objetos de decoração para casa.

A mágica realizada por essas artesãs acontece no bairro Jardim Teresópolis, em Betim, Minas Gerais. Lá, funciona a sede da Cooperárvore — cooperativa de trabalho fundada  por um grupo de mulheres que se conheceu em um curso de capacitação realizado em frente à uma fábrica de automóveis. Todas elas estavam desempregadas e viram naquele encontro a oportunidade de mudarem de vida. E o caminho escolhido para isso foi o cooperativismo.

Empolgada pela iniciativa dessas mulheres, a montadora de automóveis começou a doar  resto de tecidos e outras matérias primas para a cooperativa. Foi o suficiente para elas criarem uma empresa forte, sustentável e com foco no empoderamento feminino.

“Trabalhar com o que se gosta e ainda ter a chance de ajudar outras mulheres a se sustentarem do próprio  talento é algo inexplicável”, garante Silvane Costa, uma das principais lideranças da Cooperárvore.

Crédito: Cooperárvore

“Conheci o cooperativismo há mais de 10 anos e, desde então, esse modelo de negócios tem me ajudado a acreditar que sonhar é possível. Sempre costurei, sou mãe, e precisava de um trabalho no qual eu pudesse ter tempo para dar atenção para minha família. Na cooperativa isso é possível. Somos com uma família que entende a necessidade do outro. Pensamos coletivamente e trabalhamos com parceria”.

A Cooperávore comercializa sua produção pela internet desde 2017 e, a cada dia que passa, ajuda a transformar para melhor a vida de suas cooperadas. São 14 anos de trabalho que renderam, inclusive, parcerias com a Organização das Nações Unidas (ONU) e da União Europeia. Vale muito a pena conhecer!

 


 

PASSO A PASSO DA PRODUÇÃO DA COOPERÁRVORE

Crédito: Cooperárvore

 


 

FICHA TÉCNICA DA COOPERATIVA

Nome: Cooperárvore

Estado: Minas Gerais

Diferencial: cooperativa formada exclusivamente por mulheres que transformam “lixo” automotivo em acessórios cheios de estilo.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que a Cooperárvore ajuda a alcançar

 


Esta matéria foi escrita por Guaíra Flor e está publicada na Edição 23 da revista Saber Cooperar. Baixe aqui a íntegra da publicação


 

Leia outras notícias da revista Saber Cooperar

  • 2020 © Somos Coop. Todos os direitos reservados.