Um “S” para chamar de nosso

Há 20 anos, o Sescoop acompanha de perto as cooperativas brasileiras para oferecer soluções para a sustentabilidade do negócio.

Farol Conteúdo
16/06/2020

Juntar noivo, irmã, sobrinho, vizinhos e amigos em uma sala de aula foi a forma que a mineira Suzana Durães de Faria, 37 anos, encontrou para desenvolver suas habilidades no quesito finanças.

Servidora da Câmara Municipal de Chapada Gaúcha (MG), a cooperada do Sicoob Credichapada se interessou pelo curso de Gestão de Finanças Pessoais (GFP), do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop), a partir do material distribuído àqueles que fazem os módulos de educação financeira. A qualidade do kit e das apostilas chamou a atenção de Suzana que decidiu: queria fazer a capacitação.

Mas, para isso, ela precisava reunir pelo menos 30 pessoas interessadas no tema e formar uma turma para conseguir que os multiplicadores fossem dar as aulas.

A vontade era tanta que, em pouco tempo, ela conseguiu reunir o suficiente para fechar duas turmas de pessoas que, como ela, queriam aprender novas formas de lidar com o próprio dinheiro.

Com duração de uma semana, a capacitação fez a diferença na vida financeira de Suzana. Ela conta que, três meses depois do curso, já tinha parado de comprar fiado, uma questão bastante cultural e comum na região. Além disso, conseguiu organizar as contas, pagar as dívidas e agora usa o cartão de crédito para controlar os gastos. “Aprendi a poupar e a comprar à vista. Se preciso parcelar, faço em, no máximo, 3 vezes no cartão, sem juros”, afirma a servidora.

Outra coisa importante que inspirou a servidora foi pensar no futuro e garantir um dinheirinho para quando a velhice bater à porta. “Uma coisa que eu nunca tinha pensado era em poupar para aposentadoria. E o curso me despertou isso”, afirma.

Na avaliação dela, o GFP é uma capacitação essencial para toda a comunidade. “É um curso muito importante para quem está iniciando a vida financeira. Na minha turma, as pessoas trabalhavam o dia inteiro e, mesmo assim, iam pra aula à noite, a semana toda. Estavam todos bem interessados”, garante.

Suzana é só elogios ao Sescoop e à sua forma de garantir educação de qualidade para as comunidades em que as cooperativas estão instaladas.

O Sescoop é muito importante. A qualidade do material do GFP é fora de série. É importante levar informação e conhecimento sobre questão financeira. Ajuda muito a vida da gente. Falo por mim e pelas pessoas próximas que fizeram o curso”, garante.

EDUCAÇÃO CONTINUADA

Há 20 anos, o Sescoop acompanha de perto as cooperativas brasileiras para oferecer soluções para a sustentabilidade do negócio. E o desenvolvimento humano está no centro desse trabalho.

Para transformar os ideais cooperativistas em atitudes, a atuação do Sescoop é realizada em três áreas: monitoramento das cooperativas, formação profissional e promoção social dos cooperados e suas comunidades.”

“As formações oferecidas pelo Sescoop foram fundamentais na minha carreira profissional”, afirma Arlita Zanini, 57 anos, supervisora de Gestão de Pessoas da Frimesa Cooperativa Central.

Ela já fez vários treinamentos pelo Sescoop, que trouxeram mais experiência e maturidade para gerir pessoas e processos, além de ajudar na rotina do trabalho. Arlita destaca o MBA Executivo em Gestão Estratégica de Pessoas e o Programa de Desenvolvimento Gerencial. Segundo ela, o curso ajudou a entender a importância do seu papel de líder e o compromisso de construir um ambiente de trabalho harmonioso e inspirador para os colaboradores, sem esquecer da produtividade e dos resultados para a cooperativa.


Esta matéria foi escrita por Lilian Beraldo e está publicada na Edição 29 da revista Saber Cooperar. Baixe aqui a íntegra da publicação 


 

Leia outras notícias da revista Saber Cooperar

  • 2020 © Somos Coop. Todos os direitos reservados.