Olhando para trás, Liomara Santana, colaboradora e gerente administrativa da Cooperorg, no DF, vê nos 10 anos de sucesso da cooperativa muito trabalho em equipe. Como foi que 25 pequenos produtores locais se tornaram a maior referência em orgânicos da capital do país? Somando esforços!

De um grupo de produtores independentes a uma associação, que logo depois resolveu apostar todas as fichas no modelo cooperativista e, assim, vem ganhando cada vez mais espaço no mercado! De 2009 para cá, muita coisa mudou, o número de cooperados subiu para 82, centenas de milhares de orgânicos, como frutas, legumes, geleias e muitos outros produtos passaram pelas prateleiras, mas uma coisa permaneceu: a vontade de fazer e crescer juntos. Nas palavras do fundador José Obaldi Mendes, “eu não vejo outra forma de comercializar a produção orgânica, que não o modelo cooperativista.”

Cooperativismo é isso: é crescimento, é desenvolvimento, é união, é a história de sucesso da Cooperorg!