x

Cooperativismo de plataforma

As coops de plataforma são organizações que viabilizam — por meio de sites e aplicativos — interações entre trabalhadores e consumidores de forma eficiente e segura. Elas se diferenciam de outras plataformas comerciais, como o IFood, Uber e o AirBnB, por transformarem os fornecedores e os usuários dos serviços em donos do negócio. Isso permite que eles:  

  • definam uma remuneração justa pelos serviços prestados; 
  • criem fundos de proteção e melhoria da qualidade de vida do associado; 
  • decidam como querem reinvestir e distribuir os recursos recebidos.  

Por essas e outras, pesquisadores apontam o cooperativismo de plataforma como um ótimo caminho a seguir no futuro do trabalho. Para eles, o coop tem potencial para se transformar em uma referência mundial de sucesso na reconstrução das relações trabalhistas do século XXI, cada vez mais precárias por conta da chamada “uberização” da economia.  

E vale destacar: além de todos os benefícios já citados, as cooperativas de plataforma — assim como todo o coop — têm compromisso de apoiar o desenvolvimento das comunidades onde estão situadas. Uma política muito mais justa e sustentável, que garante a aplicação do dinheiro arrecadado no Brasil aqui mesmo, em nosso país.  

Ou seja, no fim das contas, esse é um jeito diferente de melhorar a vida do trabalhador e ajudar a economia a crescer.