Cooperação é tendência

Quem diz isso é o autor do livro 21 lições para o Século 21, Yuval Harari

Farol Conteúdo
10/05/2021

Considerado um dos principais pensadores da atualidade, o filósofo e historiador israelense Yuval Noah Harari é autor dos best-sellers Sapiens: uma breve história da humanidade e 21 Lições para o Século 21. Estudioso das principais tendências para o futuro, Harari falou sobre a importância da cooperação para vencer os desafios que estão pela frente. Confira:

COOPERAÇÃO GLOBAL


“Nenhuma nação pode vencer, sozinha, as três grandes ameaças do séculos XXI: o colapso ecológico, a mudança climática e o mau uso das tecnologias armamentistas. Os governos, com as corporações globais, é que terão esse papel.”


MERCADO DE TRABALHO


“Ninguém sabe como será o mercado de trabalho daqui a 50 anos. A inteligência artificial e a robótica vão mudar profissões, e muitos dos trabalhos que as pessoas fazem hoje vão desaparecer.”


“É certo que novas carreiras vão surgir, mas uma massa de pessoas que trabalham com funções operacionais (como caixa de supermercado e operadores de telemarketing) ficarão desempregadas. Países desenvolvidos e que investem em educação, como a Suécia, conseguirão cuidar desses antigos trabalhadores; já os países em desenvolvimento precisarão criar políticas públicas capazes de garantir uma vida digna para esses profissionais em extinção.”


O PODER DA TECNOLOGIA


“Bilhões de pessoas confiam nos algoritmos do Facebook para contar o que é notícia, no Google para dizer o que é verdade, na Amazon para definir o que irão comprar. Mas, por trás desses algoritmos existem grandes corporações com interesses próprios. Precisamos ter cuidado antes de confiar cegamento nesses sistemas.”


“Uma tecnologia não é, por si só, boa ou má. Tudo depende do uso que fazemos dela.”


“A estupidez é uma força poderosa. Nós passamos por duas guerras mundiais, nazismo e stalinismo. Se nós, humanos, não usarmos as tecnologias a nosso favor, poderemos desaparecer como espécie. Talvez os ratos que sobreviverem aprendam com nossos erros.”

CONSELHOS


“As pessoas sempre me perguntam o que precisam ensinar para as crianças, hoje, para torná-las aptas a sobreviver em 2040 ou 2050. Para mim, o mais importante é ensiná-las a terem uma mente flexível, capaz de se reinventar e encontrar novas saídas para si mesmas, independentemente do cenário no qual estejam vivendo”.


“Não existe colaboração sem escuta”

—————————————————————————————————————————————————
Quer inovar e ainda conquistar novos clientes para sua cooperativa? Aprenda a escutar não apenas eles, mas os seus cooperados e até mesmo a concorrência. Essa é a visão de Thomas Brieu, especialista em escutatória e padrões de linguagens cooperativos. Confira:

  1. Quem conta uma estória tem o poder. Verbalize o que você pensa. Aquilo que sentimos e queremos precisa ser comunicado. Muitas vezes achamos óbvio, não falamos e acabamos criando mal-entendidos.
  2. Quanto mais digitais, aceleradas e virtuais forem as relações, melhor você deve se expressar. Em mensagens de WhatsApp ou e-mail, seja impecável na escrita, porque o outro lado não consegue ver sua expressão e pode entender de forma diferente o que você tentou dizer.
  3. Não há inovação se não há escuta. A produção do conhecimento é consequência de uma boa escuta. A inovação é uma síntese de pontos de vista diferentes.

    —————————————————————————————————————————————-

Esta matéria foi escrita por Lílian Beraldo e Guaíra Flor e está publicada na Edição 28 da revista Saber Cooperar. Baixe aqui a íntegra da publicação


Leia outras notícias da revista Saber Cooperar

  • 2020 © Somos Coop. Todos os direitos reservados.