Informação é poder

Plataforma vai facilitar o dia a dia das cooperativas com dados econômicos estruturados e projeções de cenários que ajudarão na competitividade dos negócios

Farol Conteúdo
25/02/2022

Por terem uma forte conexão com as pessoas, as cooperativas brasileiras são impactadas por todas as flutuações econômicas do mercado em que atuam, sejam elas de proporção local, nacional ou internacional.

Juan Jensen, economista e sócio da 4eintelligence

 O movimento dos juros nos Estados Unidos, o ritmo de crescimento na China ou uma possível terceira onda da pandemia da Covid-19 são questões que afetam todas as economias do mundo e, portanto, têm reflexo nas operações das cooperativas — especialmente as exportadoras, fortemente impactadas pelas taxas de câmbio e preço de commodities”, explica Juan Jensen, economista e sócio da 4eintelligence — consultoria especializada na entrega de soluções de inteligência artificial para questões críticas de negócios.

De fato, em uma sociedade global — onde a crise de uma nação ou empresa afeta as bolsas e a economia de todo o mundo —, as cooperativas precisam se manter atualizadas sobre os indicadores que regem a macro e a microeconomia. Assim, poderão acompanhar as cada vez mais rápidas mudanças na conjuntura econômica e, a partir daí, definir estratégias assertivas de atuação. 

Disposto a apoiar as cooperativas nesse sentido, o Sistema OCB criou um ambiente que reúne, em um único lugar, informações, análises e projeções econômicas com potencial para impactar o cooperativismo de alguma maneira: o Dashboard de Indicadores Econômicos, ferramenta interativa que apresenta índices internacionais, nacionais e regionais atualizados, além de trazer indicadores segmentados por ramo do cooperativismo.  

“Nosso objetivo com essa ferramenta era trazer não somente os dados do cooperativismo, mas sim dados que impactam o nosso modelo de negócio de alguma maneira para, dessa forma, ajudar as cooperativas e unidades estaduais a saber como o cooperativismo está situado dentro de indicadores macroeconômicos, como PIB, taxa de juros, inflação e índices de emprego”, afirma Clara Maffia, gerente Técnica e Econômica do Sistema OCB.

TUDO NUM SÓ LUGAR

Uma das principais vantagens do Dashboard de Indicadores Econômicos é reunir, em um único lugar, informações estratégicas para subsidiar a tomada de decisão dos gestores e das lideranças cooperativistas. 

Essa ferramenta proporciona uma economia de tempo para as cooperativas, que não precisam mais buscar o valor do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), por exemplo, na plataforma do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e depois procurar informações de câmbio no site do Banco Central, para ainda pesquisar sobre crédito em outra plataforma”, resume o economista Juan Jensen, sócio da 4intelligence, contratada pelo Sistema OCB para desenvolver o sistema.

Outro benefício importante é a atualização automatizada de dados sensíveis como o câmbio, que varia diariamente, até as taxas básicas de juros e a inflação, que têm variação semanal. “Economia é a ciência que estuda decisões. E saber tomar decisões passa pela compreensão do cenário econômico”, ensina Rodolfo Cabral, economista da área internacional e setorial da 4intelligence.

Rodolfo Cabral, economista da área internacional e setorial da 4intelligence

Ainda segundo Rodolfo, é uma análise combinada de dados que permitirá a um gestor definir questões essenciais, como a quantidade de produtos e insumos que deve ser mantida em estoque, quantas lojas abrir e em que localidades, quantos funcionários contratar e manter em cada unidade.

Para tornar esse processo decisório ainda mais assertivo, é preciso ter acesso não apenas a dados atuais, mas a projeções econômicas. É por isso que o Dashboard de Indicadores Econômicos do cooperativismo conta com projeções feitas por uma equipe multidisciplinar, que analisa com cuidado cada uma das variáveis disponíveis, rodando modelos e fazendo estudos que consigam mostrar não apenas o cenário atual, mas projeções futuras de indicadores como emprego e câmbio, para facilitar o planejamento das cooperativas. 

TOMADA DE DECISÃO

Um dos principais desafios da construção do Dashboard de Indicadores Econômicos foi identificar quais dados seriam mais úteis e necessários para cada ramo cooperativista. 

Clara Maffia, gerente Técnica e Econômica do Sistema OCB

Foram meses de estudos e diálogo com a base até conseguirmos construir um Dashboard que entrega informações relevantes para embasar o processo de tomada de decisão de cooperativas de todos os portes, setores e regiões do país”, explica Clara Maffia.  

De acordo com Clara, nas cooperativas ligadas ao setor de serviços, os dados mais importantes costumam estar relacionados ao ambiente local. No ramo saúde, o desempenho das coops está diretamente relacionado à atividade econômica — sobretudo à formalização do trabalho, aspecto que interfere nas contratações de planos de saúde, que costumam ser oferecidos aos colaboradores como benefício.

Juan Jensen, da 4intelligence, lembra, ainda, que o Brasil possui uma heterogeneidade regional grande em termos de indicadores como o desemprego. 

Não é porque o desemprego no Brasil está alto que ele estará alto também em uma determinada região; é possível ter uma dinâmica que descola do padrão nacional. Para cooperativas, costuma ser mais importante saber como está o desempenho local. Olhar para dados regionais, sobretudo de atividade econômica, faz toda a diferença para a tomada de decisão”, orienta.

Segundo a gerente técnica e econômica do Sistema OCB, o acesso a esses indicadores é o que vai moldar a competitividade do modelo de negócio cooperativista. 

O cenário econômico interfere em tudo e impacta em qualquer decisão que a cooperativa for tomar. Por isso, as cooperativas precisam ter bons subsídios e saber onde estão situadas no mercado”, afirma Clara. 

Com acesso a dados atualizados e contextualizados, uma cooperativa que atua na área de comercialização de leite, por exemplo, pode reajustar os preços com base nas projeções de inflação para evitar prejuízos. Além de decisões pontuais como essa, Clara explica que os indicadores podem sustentar projetos de inovação das cooperativas, seja em um plano de internacionalização com base em mudanças favoráveis no câmbio, ou de ampliação de unidades com vistas ao crescimento da atividade econômica no país.

Para finalizar, a gestora faz um convite a todas as cooperativas brasileiras: “Acessem nosso dashboard para ter a dimensão de o quanto estar ciente dos cenários econômicos e da conjuntura atual pode subsidiar decisões mais assertivas para nosso modelo de negócios”. 

————————————————————————————————————————————-
 Por dentro do Dashboard de Indicadores Econômicos

O conteúdo da ferramenta está dividido em sessões, com dados internacionais, nacionais e regionais, além de uma área voltada especificamente para cada um dos sete ramos cooperativistas. 

“Na sessão com dados do Brasil, nós destrinchamos todos os aspectos interessantes que competem às áreas econômicas, como o PIB, dados da Indústria, de Emprego e Renda, Varejo e Serviço, Cooperativas, Crédito, Inflação, Política Monetária, Política Fiscal, Setor Externo. Tudo isso com resumo das últimas atualizações, análises e gráficos. Também temos uma sessão de destaques, alimentada diariamente com informações curtas de fatores que podem impactar os mercados”, detalha Rodolfo Cabral, da 4intelligence.

O formato interativo do dashboard permite que seja feito o download das planilhas com os dados públicos disponíveis na plataforma. 

————————————————————————————————————————————-

======================================================================================

O QUE AS COOPERATIVAS VÃO ENCONTRAR

Feito para ajudar nossas cooperativas a ir mais longe e a tomar decisões importantes para a longevidade e a competitividade do negócio, o Dashboard de Indicadores Econômicos trará, entre outros dados, informações sobre:

======================================================================================


Esta matéria foi escrita por Mariana Fabre e está publicada na Edição 35 da revista Saber Cooperar. Baixe aqui a íntegra da publicação


Leia outras notícias da revista Saber Cooperar

  • 2020 © Somos Coop. Todos os direitos reservados.