x

Sicredi Sul doará R$ 240 mil à Santa Casa de Rondonópolis

Diante do cenário de pandemia do novo coronavírus (covid-19), enfrentado pelo mundo todo, atos de solidariedade têm se multiplicado pelo país. Movida por essa corrente do bem, a cooperativa Sicredi Sul MT, com sede em Rondonópolis, comprometida e preocupada com o bem-estar de seus associados e da comunidade onde atua, doou R$ 120 mil à Santa Casa do município. O valor será destinado à compra de equipamentos que ajudarão no combate ao novo coronavírus, como respiradores e equipamentos, e utensílios de uso dos profissionais da saúde.

Além desde valor, que já está disponível, desde janeiro deste ano a cooperativa doa R$ 10 mil por mês à Santa Casa para dar suporte à gestão da unidade. A doação mensal segue até dezembro deste ano. Dessa forma, a doação da cooperativa este ano chega a R$ 240 mil, sendo R$ 120 mil este mês para compra de equipamentos e R$ 120 mil para suporte na gestão. A instituição financeira cooperativa atua em parceria com os órgãos de saúde no enfrentamento da pandemia do Covid-19 e segue fazendo sua parte para manter a atividade econômica.

Para o presidente da cooperativa, Marco Túlio, enquanto instituição essencialmente cooperativista e diante de um momento que exige atitudes atentas, serenas e colaborativas, ações como essa motivam ainda mais o Sicredi a praticar a sua missão, que é contribuir com a melhoria da qualidade de vida das pessoas. “Nosso conselho de administração se sensibilizou com a causa e essas ações refletem nossos valores. Como instituição, nosso objetivo é garantir a adoção de medidas necessárias para ajudar no enfrentamento dessa doença, sempre com base nas orientações do Ministério da Saúde, da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das demais autoridades locais de saúde pública”, destaca Túlio.

Ele ressalta a atuação de todos que de alguma forma estão colaborando para a melhoria na área de saúde no município, entre eles o movimento SOS Santa Casa e a associação Empresários do Agro em Prol de Rondonópolis (EAPR), que se destacam na implantação de um novo modelo de gestão na Santa Casa de Rondonópolis.

“Nós estendemos a importância do trabalho da Santa Casa não só para Rondonópolis, mas também para todas as cidades próximas. Por isso, a necessidade de uma gestão mais eficiente é importante para que a entidade possa oferecer um serviço de excelência a quem precisa”, explica.

A associação EAPR, assim como o Movimento SOS Santa Casa, trabalha para a reestruturação na gestão da unidade, desde a compra de equipamentos até a contratação de novos executivos para gerir o hospital.

O presidente da EAPR, Odílio Balbinotti Filho, destaca a importância da parceria com a cooperativa. “Neste momento difícil é importante trabalharmos juntos para superar esta crise. Cada um ajuda da melhor forma que puder, e o Sicredi mais uma vez se coloca à disposição para colaborar com a nossa cidade”.

Fonte: Sicredi Sul MT